sábado, 31 de dezembro de 2011

Hipocondria

do ALFABETO DA SAÚDE




Esta perturbação traduz no medo de se ter uma doença grave, ou na crença de se estar doente, apesar de a observação médica não confirmar esse temor.


Quem dela sofre refere sintomas físicos que causam uma grande preocupação, por acreditar que correspondem a uma doença grave.


Causas


A hipocondria pode ser influenciada por fatores externos ou internos.


Por fatores externos entende o contacto com doenças físicas durante a infância ou o aparecimento de informação alarmante sobre doenças através dos meios de comunicação social.


Os fatores internos estão associados ao perfil psicológico dos hipocondríacos. Pessoas neuróticas, autocríti­cas, introvertidas e narcisistas têm mais probabilidades de sofrer deste transtorno.


Sintomas


Suspeita de hipocondria quando uma pessoa saudável com sintomas menores se preocupa com o significado desses sintomas e não reage positivamente perante as explicações do especialista.


Diagnóstico


A Associação Americana de Psiquiatria estabeleceu que, para que se possa diagnosticar a hipocondria, a pessoa deve estar preocupada ou temerosa por acreditar que tem uma doença grave, a partir da interpretação errônea de sintomas físicos, mesmo que os exames médicos não detectem tal patologia.


Além disso, esta preocupação deve prolongar por mais de seis meses e causar sérios problemas na sua vida pessoal, familiar, social, etc.


Tratamento


Depois de afastada a hipótese de existir uma doença, é preciso, muitas vezes, prescrever um tratamento para aliviar a ansiedade ou depressão.


De acordo com uma pesquisa da Universidade de Columbia (EUA), certos antidepressivos (inibidores selectivos da recaptação da serotonina) são úteis para aliviar os medos e as obsessões hipocondríacas, sobretudo nas pessoas que pensam que têm uma doença específica.


Além disso, é necessária uma intervenção psicológica para reduzir as atitudes e os comportamentos associados ao problema.

Postagens relacionadas

Hipocondria
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Por favor inscreva-se para receber as ultimas postagens no e-mail.